Bem VindoNovidadesMedicinaEstéticaCosmética ProfissionalLiving DimensionServiçosContactos
MEDISTETICA
i2m
i2m

Tratamento da Hiperhidrose

A Hiperhidrose caracteriza-se por uma excessiva produção de suor, fundamentalmente das mãos, pés e axilas. De difícil tratamento, encontra na iontoforese um dos mais eficazes métodos para a sua resolução.

A iontoforese ou ionoforese constitui o primeiro método, não cirúrgico e não invasivo, realmente eficaz e cientificamente comprovado no tratamento da Hiperhidrose. Consiste em expor as mãos e/ou os pés a uma corrente eléctrica contínua, controlada, transportada pela água, que serve de condutor entre os eléctrodos do equipamento e a pele do paciente.

Medistetica é representante e distribuidora em Portugal do Laboratório i2M, que desenvolve e produz, desde 1986, equipamentos específicos para tratamento da Hiperhidrose, por iontoforese, respeitando as mais rigorosas normas de segurança CE, sendo uma empresa com certificação ISO 13485:2003 e ISO 9001:2000.

O índice de sucesso e a satisfação com os resultados obtidos com os tratamentos são muito elevados, como o comprovam alguns dos testemunhos voluntários que recebemos de clientes:
“ …  quero também dizer que estou contente com a máquina que comprei para a transpiração excessiva das mãos e pés e que estou a obter os resultados que esperava desde há muito tempo.” - Luís Manuel Cruz - Lisboa.
“ … e posso dizer-lhe que comecei a sentir os resultados depois da quarta sessão, embora não tenha valorizado nessa altura, resultados estes que vieram a confirmar-se com o decorrer dos dias, até já não restarem dúvidas. Pela primeira vez em 34 anos, isto porque sofro de hiperhidrose desde os dez anos, consigo usar sandálias sem aquele desconforto tão familiar, cumprimentar descontraidamente com um aperto de mão, preencher impressos em público, tocar nas pessoas ou fazer coisas tão simples como tirar a carteira da mala, pagar as compras, agarrar em qualquer coisa, tudo sem a atrapalhação habitual.” - Maria Luísa Antunes - Setúbal.


Estão disponíveis vários modelos de equipamentos, quer de uso hospitalar, quer de uso doméstico, que permitem, em perfeita segurança, o tratamento de mãos, pés e axilas. Não hesite e contacte-nos para mais informações sobre os sistemas i2M.
Voltar...

Hiperhidrose - Perguntas frequentes.

O que é a Hiperhidrose?
Hiperhidrose é o termo utilizado em medicina para designar a transpiração excessiva, ultrapassando as necessidades de controlo da temperatura corporal (termo regulação).

Quais os sintomas da Hiperhidrose?
A transpiração ou sudorese serve para regular e controlar a temperatura corporal, um processo designado por termo regulação. Suar impede que o corpo aqueça demasiado. Assim se a temperatura ambiente é mais elevada, se realizamos exercício físico, se temos febre ou ficamos nervosos, envergonhados ou com medo é normal suar mais.
No entanto poderá ter Hiperhidrose se:
- sua muito quando a temperatura ambiente é fresca e está em repouso;
- sente necessidade de limpar com frequência as mãos e receia ou evita dar apertos de mão porque as mãos estão sempre suadas;
- sentir-se constrangido e embaraçado por suar muito, não despindo o casaco mesmo quando está calor.
Todos estes sintomas podem tornar-se muito angustiantes, acabando por provocar prejuízos emocionais, sociais e até profissionais.

Que tipos de Hiperhidrose existem e quais as suas causas?
Existem 2 tipos de Hiperhidrose:
- Hiperhidrose Primária e Hiperhidrose Secundária.
A Hiperhidrose Primária tem origem desconhecida ou idiopática
. É frequente ocorrer em mais de uma pessoa da mesma família. A Hiperhidrose Primária é normalmente focal ou localizada.
A Hiperhidrose Secundária é normalmente causada por uma doença subjacente ou outro problema médico (por ex. menopausa ou diabetes) ou por efeitos colaterais de um medicamento, temperaturas elevadas ou certos alimentos. A Hiperhidrose Secundária normalmente é generalizada.
Pensa-se contudo que os dois tipos de Hiperhidrose são causados por uma actividade nervosa superior à normal. Os nervos específicos que intervêm neste processo pertencem ao sistema nervoso simpático.

Qual a incidência da Hiperhidrose?
A Hiperhidrose atinge maioritariamente adolescentes e jovens adultos e incide em 1% a 2% da população. A incidência é aproximadamente igual nos dois sexos, contudo a Hiperhidrose axilar predomina mais no sexo feminino.

Que tratamentos existem para a Hiperhidrose?
- Tratamento com Iontoforese:
Os sistemas Idrostar e Idrostar Pro desenvolvidos e produzidos pela i2M e comercializados pela Medistetica, pertencem a este tipo de tratamento. É um tratamento não cirúrgico e não invasivo, cientificamente comprovado, para tratamento da Hiperhidrose. Segundo a American Academy of Dermatology tem uma taxa de sucesso superior a 83%.

Consiste em expor as mãos, os pés ou as axilas a uma corrente eléctrica contínua, controlada, transportada pela água, que serve de condutor entre os eléctrodos do equipamento e a pele do paciente. Quando se fala em corrente eléctrica, muitas pessoas manifestam receio de sofrer “ choques eléctricos” durante a iontoforese, mas a corrente usada é demasiado baixa para causar danos ou lesões. Pode-se afirmar que o tratamento é totalmente seguro, já que se trabalha com corrente de baixa intensidade. Para além disso todos os sistemas i2M trabalham com pilhas ou baterias, não sendo possível, no caso dos sistemas de baterias recarregáveis utilizar o sistema enquanto está em carga. Acresce o facto de os sistemas i2M terem certificação CE MDD (Medical Device Directive) e a i2M ser uma empresa com certificação ISO 13485:2003 e ISO 9001:2000. Cada tratamento é feito em oito sessões de 20 minutos e a maioria dos utilizadores obtém resultados após a 4ª ou 5ª sessão de tratamento, parando a partir desta sessão, quase totalmente, a transpiração. Deve contudo prosseguir com as restantes sessões, até à 8ª. Como se trata de um tratamento não definitivo, uma sessão de manutenção terá de ser efectuada logo que a transpiração retorne. Isto pode acontecer num prazo de 2 a 3 meses. Este tratamento não pode ser aplicado em grávidas, portadores de marca passos (pace-makers) ou portadores de implantes metálicos grandes nos membros e articulações.
- Tratamento com medicamentos ou produtos aplicados na pele ou tópicos:
São os chamados antiperspirantes e contêm normalmente cloreto ou cloridróxido de alumínio. Reduzem, de forma temporária, a transpiração em algumas pessoas, mas os seus resultados são limitados e pouco animadores.
- Tratamento com medicamentos tomados por via oral:
São os designados anticolinérgicos e são utilizados com mais frequência em situações de Hiperhidrose generalizada. A sua utilização é limitada pelos efeitos secundários que causam: dificuldade respiratória, secura na boca e narinas, visão turva, pupilas dilatadas, aumento do ritmo cardíaco, diminuição de pressão arterial e aumento da temperatura do corpo.
- Tratamento com Toxina Botulínica ou Botox:
A Toxina Botulínica é um complexo proteico purificado, de origem biológica, obtido a partir da bactéria Clostridium botulinum. Para tratamento da Hiperhidrose é utilizada uma forma injectável da Toxina Botulínica tipo A purificada. O efeito máximo do tratamento é sentido normalmente cerca de 2 semanas após as injecções. Como principais inconvenientes destaca-se o desconforto da aplicação, o elevado custo, o desaparecimento gradual do efeito das injecções e o tempo de duração do tratamento que pode teoricamente atingir cerca de 1 ano, mas que na prática se verifica ser de 4 a 5 meses, principalmente nas mãos e pés. Pode ainda provocar Sudorese compensatória, nos tratamentos de Hiperhidrose axilar, com transpiração de compensação em zonas distantes das axilas. Pode ainda ter outros efeitos secundários, tais como: dor ou hematomas (nódoas negras) no local das injecções, comichão e erupção cutânea, cansaço, sensação geral de fraqueza, problemas da fala ou alterações da voz e amiotrofia neurálgica, que inclui dor intensa nos braços e fraqueza e definhamento muscular.
- Tratamento por Cirurgia - STE ou Simpatectomia Torácica Endoscópica:
É o único tratamento definitivo para a Hiperhidrose, sendo aplicado nas situações de Hiperhidrose localizada ou focal. A Simpatectomia é um procedimento cirúrgico que interrompe o envio de sinais nervosos às glândulas sudoríparas e impede que sejam "ligadas" e como tal possam libertar suor. É usado como último recurso no tratamento do excesso de suor. Relativamente a efeitos negativos está associada a sudorese compensatória intensa e a outros efeitos colaterais graves. Acresce o facto de ser uma cirurgia e como tal ter os riscos normais associados: anestesia, pós-operatório, etc. Voltar...

Glossário de Hiperhidrose

Anticolinérgico: Um tipo de medicamento tomado por via oral usado em alguns casos de transpiração excessiva.
Hiperidrose ou Hiperhidrose: Doença caracterizada por transpiração excessiva.
Hiperhidrose axilar: Relativa à zona das axilas. É bastante frequente e mais predominante no sexo feminino.
Hiperhidrose generalizada: Também conhecida como Hiperhidrose Secundária generalizada. Suor excessivo causado por outro problema médico (por ex. menopausa ou diabetes) ou por efeitos colaterais de um medicamento.
Hiperhidrose localizada ou focal: Também conhecida como Hiperhidrose focal primária. Excesso de suor que não é causado por outro problema médico ou por uma reacção a um medicamento. A Hiperhidrose focal é um excesso de suor que ocorre em determinadas áreas do corpo, como as mãos, pés, axilas, cabeça ou rosto.
Hiperhidrose plantar: Sudorese ou transpiração excessiva ou profusa nas plantas dos pés.
Hiperhidrose primária: De origem desconhecida. É frequente ocorrer em mais de uma pessoa da mesma família. A Hiperhidrose primária é normalmente localizada ou focal. Ver hiperhidrose localizada ou focal.
Hiperhidrose secundária: É normalmente causada por uma doença subjacente, medicamentos, temperaturas elevadas ou certos alimentos. A hiperhidrose secundária normalmente é generalizada. Ver hiperhidrose generalizada.
Iontoforese ou Ionoforese: Tratamento não cirúrgico, cientificamente comprovado, para tratamento da Hiperhidrose. Consiste em expor as mãos, os pés ou as axilas a uma corrente eléctrica contínua, controlada, transportada pela água, que serve de condutor entre os eléctrodos do equipamento e a pele do paciente.
Simpatectomia: Ver STE ou Simpatectomia Torácica Endoscópica.
STE ou Simpatectomia Torácica Endoscópica: Procedimento cirúrgico que interrompe o envio de sinais nervosos às glândulas sudoríparas e impede que sejam "ligadas", usado como último recurso no tratamento do excesso de suor. Relativamente a efeitos negativos está associada a sudorese compensatória intensa e a outros efeitos colaterais graves.
Sudorese compensatória: Efeito colateral da STE ou Simpatectomia Torácica Endoscópica, que consiste em aumento do suor nas costas, abdómen, pernas ou virilhas. Voltar...


Download

Informação Geral
i2M

Bibliografia Hiperhidrose

Estudo sobre o tratamento da hiperhidrose

Link´s úteis com informação sobre Hiperhidrose

http://www.hyperhidrosisuk.org/

http://www.sweathelp.org/

http://www.hyperhidrosis.org/

http://www.stdpharm.co.uk/

Mais informação sobre a i2M-Labs . Voltar...


10000000100000001000100011001100111111111111111111001100101010101111111111110000111100001100000010001000111100001100110011110000